sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Primavera...





Em crepusculares criptas eu longamente sonhei com teus ares azuis e árvores, com teus perfumes e cantos de pássaros. Agora toda te abres em glorioso resplendor, assim inundada de luz como um prodígio diante de mim. De novo me reconheces e com ternura me tentas: vibra ao longo de todos os meus membros tua alegre presença.

Autoria: Hermann Hesse



Nenhum comentário:

Postar um comentário