terça-feira, 20 de setembro de 2011

Lições do viver...





Se a desilusão atingir sua alma, devastando seus sonhos e ofuscando novas possibilidades, pense na infinidade de caminhos que podem  se abrir para você em apenas um dia,  uma hora, um minuto...   Se a frustração acariciar friamente sua face, fazendo-te cair diante dos obstáculos, olhe para trás e veja o quanto você já caminhou e o quanto cresceu colhendo em cada trilha amigos sinceros, amores, experiências inesquecíveis... Se as palavras de insulto e humilhação agredirem a sua integridade,  lembre-se de que elas são frutos putrefatos da maldade e da inveja, vire-se e continue a caminhar sem dar ouvidos aos fracos de alma  que as pronunciam: um dia eles entenderão porque são completamente sós...

Se a preocupação com os encargos do dia-a-dia tomar sua mente  e enfraquecer o seu corpo, despertando o nervosismo e o estresse, olhe o horizonte e tente descobrir as saídas para os problemas  ao invés de lamentar e achar que eles são piores do que realmente são...  Se o vazio e a insegurança invadirem o seu peito, suba em uma cadeira, abra os braços, feche os olhos e repita para si mesmo "Eu posso voar..."  Você é capaz de tudo desde que acredite em si mesmo.  Se a solidão sussurrar em seus ouvidos palavras melancólicas, não se esqueça de que em cada dia, em cada instante,  você conhece pessoas novas e que uma delas,  no futuro, será o grande amor da sua vida, aquela pessoa que te fará acreditar em noites iluminadas, que estará sempre ao seu lado  e juntos vocês terão muito a aprender... 

Se a tristeza insistir em te acompanhar, saiba enxergar a felicidade nas pequenas coisas da vida, numa conversa com os amigos,  na brincadeira com o cachorro, ou no jogo de damas com seu avô...  Rotina é uma palavra que não existe, pois cada dia traz consigo pequenas surpresas  e cada pequeno gesto guarda uma imensa felicidade...   E depois de tudo isso, olhe para si mesmo  e veja o quão especial você é,  imagine o quanto pode fazer pelo mundo e pelas pessoas,  valorize as suas qualidades e tente corrigir seus defeitos  (o que é realmente difícil)  e saiba o quanto é privilegiado por poder caminhar, cair e aprender com os erros, por ser capaz de escrever uma história única, como nenhuma outra... Pense nisso...

Autoria: Vanessa Damo

Nenhum comentário:

Postar um comentário