domingo, 30 de junho de 2013

No caminho de Cristo...




"... Quem me oferece sua gratidão como sacrifício honra-me, e eu mostrarei a salvação de Deus ao que anda nos meus caminhos..."

Salmos 50:23

Pai Nosso...

 
 
 
Pai nosso, que estás no céu,
santificado seja o Teu nome.

Venha a nós o Teu reino,
seja feita a Tua vontade
assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje.

Perdoa-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido;
e não nos deixes cair em tentação,
mas livra-nos do mal.
 
Amém!

A minha paz...




"... Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize..."

João 14:27

Luz do mundo...




"... Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde brilha para todos que estão na casa. Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus..."

Mt 5,13-16

Disse-lhe Jesus...




"... Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim..."

João 14:6

Guarda o teu coração...




'' ... Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida... ''

  Provérbios 4:23

Sagrado santuário...




«... Não sabeis vós que sois santuário de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque sagrado é o santuário de Deus, que sois vós...»

1 Co. 3:16, 17

A diferença entre plantar e colher...

 

 
 
"... Quem planta árvores, colhe alimento
Quem semeia flores, colhe perfume
Quem semeia o trigo, colhe o pão
Quem planta amor, colhe amizade
Quem semeia alegria, colhe felicidade
Quem planta a vida, colhe milagres
Quem semeia a verdade, colhe confiança
Quem planta fé, colhe a certeza
Quem semeia carinho, colhe gratidão
Entretanto há quem prefira:
Semear tristeza e colher desconsolo
Plantar discórdia e colher solidão
Semear vento e colher tempestade
Plantar ira e colher desafeto
Semear descaso e colher um adeus
Plantar injustiça e colher abandono.

Somos semeadores conscientes e espalhamos, diariamente, 
milhões de sementes ao nosso redor.
Que possamos escolher sempre as melhores para que, ao recebermos a dádiva da colheita farta, tenhamos apenas motivos para agradecer..."

(A.D.)

Oração para o trabalho...





"... Que a luz da tua alma te guie.
Que a luz da tua alma abençoe o trabalho que fazes 
com o secreto amor e calor do teu coração.
Que veja no que fazes a beleza da tua alma.
Que a santidade do teu trabalho leve cura, luz e renovação 
àqueles que trabalham contigo e àqueles que vêem e recebem o teu trabalho.
Que o teu trabalho nunca te fatigue.
Que ele libere dentro de ti mananciais de revigoramento, inspiração e estímulo.
Que estejas presente no que fazes.
Que nunca fiques perdido nas leves abstrações.
Que o dia nunca te sobrecarregue.
Que o amanhecer te encontre desperto e alerta, 
encarando o teu novo dia com sonhos possibilidades e promessas.
Que o entardecer te encontre afável e realizado.
Que chegues à noite abençoado, abrigado e protegido.
Que a tua alma te acalme, console e renove...."

Autoria: John O'Donohue

Como lidar com pessoas críticas demais...




Aprenda a conviver com pessoas críticas demais sem ser influenciada pelos comentários negativos:

Pessoas críticas demais são aquelas que não conseguem ver nada de positivo nas pessoas e nas coisas. Elas criticam todas atitudes com furor e são ainda mais rígidas quando se trata da opinião que elas tem delas mesmas.

Certamente isso faz muito mal para a pessoa que é assim, mas o pior é que afeta também quem convive com essa pessoa, que acaba absorvendo o negativismo e sofrendo uma onda de desânimo, baixa autoestima e daí para baixo – até uma possível depressão.

Devido à esta péssima influencia que podem ter no emocional de outras pessoas, quem é crítico demais também pode ser chamado por alguns de vampiro de energia – pois essa pessoa acaba “sugando” tudo que há de feliz no outro.

Imagine aquela pessoa que já é insegura ouvir alguém fazer uma crítica forte sobre ela? Isso desanima ainda mais quem já não está muito animado. Para ajudar a diminuir os efeitos dessas pessoas nos outros, selecionei oito sugestões de como lidar com pessoas críticas demais e assim você pode aprender a conviver com elas sem ser tão afetado por seus comentários.

 1 – Não leve para o lado pessoal...

Geralmente as pessoas que são críticas demais são assim com todos os outros com quem ela se relaciona. Por isso não há motivos para levar essas críticas para o lado pessoal. Se essa pessoa parece estar sempre te desencorajando e criticando ferrenhamente tudo que você diz, esteja certa de que ela também faz o mesmo com os outros.

Na dúvida, faça um teste. Tente presenciar uma conversa dessa pessoa com outra e observe se ela também é crítica demais nessa situação. Sendo assim, nada de levar esses comentários para o lado pessoal.

2 – Entenda as mensagens de forma objetiva...

Para que o que você ouve deste tipo de pessoa não te faça mal, é preciso ouvir essas mensagens de forma objetiva sem tentar relacionar sentimento à elas. Em vez de reparar em como a pessoa está dizendo algo, preste atenção no que exatamente ela quer dizer.

Desta forma, em vez de ouvir e reagir, você ouve e capta a mensagem correta que a pessoa quis passar. Por exemplo, se uma amiga que é assim te responde que a sua roupa não está bonita ou combinando, isso não quer dizer necessariamente que ela está querendo te ofender dizendo que você não entende nada de moda.

Quando alguém fizer comentários extremamente secos e diretos, não veja isso como uma ofensa, mas entenda que essa é a forma que aquela pessoa usa para se comunicar e talvez até seja a única maneira que ela domine para se comunicar.

 3 – Considere essa pessoa uma fonte de feedback verdadeiro...

Em geral, pessoas críticas demais podem ser uma fonte de opinião sincera. Se não gostam de algo, certamente não vão esconder isso de quem quer que seja – mesmo sabendo que podem magoar alguém. Por isso, essas pessoas podem ser uma boa fonte de feedback verdadeiro.

4 – Descubra porque certos comentários te abalam...

Quando algo te magoar, vá até a raiz do problema. Se alguém criticou seu visual e você se ofendeu, será que foi realmente por causa do que a pessoa disse ou sua opinião própria sobre seu visual anda meio abalada? Descubra quais são seus pontos fracos – seu calcanhar de Aquiles – e invista na recuperação da imagem que você tem de si. Desta forma será mais fácil não ser atingida por esses comentários e críticas.

5 – Não peça opiniões se não estiver pronta para ouvir...

Uma coisa é certa: se você pedir opinião à pessoas críticas demais, terá que ser forte para encarar a resposta. Caso você já esteja insegura quanto ao assunto, é melhor deixar para perguntar para outra pessoa. Porque um comentário negativo a respeito de algo que já está incerto pode causar um resultado desastroso.

 6 – Não dê tanto valor às críticas...

As pessoas costumam atribuir um grande valor à opinião alheia e quando isso se refere à opinião de pessoas próximas, o valor é ainda maior. Porém, quando se trata da opinião de pessoas próximas, mas que são críticas demais, essa atribuição de valor pode ter um sério impacto na sua vida.

Valorizar demais a opinião de pessoas excessivamente críticas pode te levar acreditar que você não tem nada de bom, que tudo no mundo é negativo e que você não deve investir em tentativa alguma – afinal o que essas pessoas mais fazem é desencorajar as ideias e vontades do outro.

Levando isso em consideração, mesmo que a pessoa seja alguém que você ame muito, procure não valorizar tanto a opinião dessa pessoa – especialmente a seu respeito. E invista em você mesma, acredite em você e deixe as críticas um pouco de lado.

7 – Seja bondosa com pessoas assim...

Essas pessoas críticas demais não são assim porque ficam felizes em fazerem comentários negativos a respeito de tudo e todos, elas são assim por terem uma infelicidade tão grande dentro de si que acreditam ser impossível achar algo de bom no mundo. E o fato de estarem sempre criticando tudo faz com que isso se torne uma bola de neve, porque quando mais ela se autocrítica, mais ela destrói a imagem que tem de si. E quanto mais ela critica os outros, mais ela destrói a esperança que o ser humano pode ter de ser feliz.

Em vista disso, podemos perceber que essas pessoas não precisam ser julgadas ainda mais, elas já se julgam em excesso e com muita rigidez. Elas precisam de carinho, afeto e precisam que os outros as mostrem que há coisas maravilhosas para serem descobertas a respeito da vida.

8 – Evite pessoas extremamente críticas...

Se mesmo com todos esses conselhos você acha que ainda é muito afetada negativamente pelos comentários e críticas dessas pessoas, o ideal é ignora-los. Se você não consegue conviver com quem é crítico demais sem sofrer influencia do negativismo dessas pessoas, é melhor mesmo se afastar delas e evitar conversas com essas pessoas.

Mas, se você não pretende se afastar desse alguém porque ama ele ou ela, invista em atitudes positivas e encoraje uma visão mais positiva do mundo. Combata a crítica com elogios, isso pode “desarmar” a pessoa excessivamente crítica e ajuda-la a conviver melhor com outras pessoas.

 (A.D.)

Surpresas do caminho...

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Apenas o bem...




''... Nunca consegui desejar o mal de uma forma calculada a alguém, ainda que tal pessoa tivesse provocado em mim das maiores tristezas do mundo, sempre acreditei que a vida acabaria por encarregar-se dela.

A minha raiva, tal como de uma criança tem prazo de validade, zango, choro, esbravejo, mas assim que passa algum tempo tento limpar o meu coração de toda mágoa, e arranjo formas de seguir.

Sempre tive um coração meio mole. Um coração que alegra-se por pequenos gestos, que prende-se a detalhes que só eu vejo, que acredita na mudança das pessoas, e que quando se entrega atira-se.

Nunca soube ser metade de nada nem de ninguém, quando estou estou, e quando não estou não estou. Nunca soube viver uma meia-vida. Daí que quando entro em uma vida não ofereço apenas o meu melhor, mas sim o meu tudo...''

Autoria: Imelda Sitole

Visão mais clara...





''Há problemas que jamais teríamos
resolvido se realmente fossem nossos.''


Por mais estranho que pareça, vemos mais claramente o que  funciona mal na casa do vizinho do que na nossa. E isso é uma  simples questão de perspectiva: a distância nos permite ter  uma visão mais clara dos problemas.
  
O especialista em comunicação interpessoal fala do valor da discussão – desde que seja comedida e bem-intencionada – para se chegar a soluções criativas. É apenas através das discussões que as pessoas são capazes de questionar as coisas, explorar caminhos desconhecidos e  procurar novas soluções para velhos problemas. 

O debate ajuda os grupos a crescer intelectualmente e a desenvolver a inteligência coletiva – uma inteligência que não está relacionada ao  coeficiente intelectual individual, mas às trocas comunicativas entre cada membro do grupo.

Nem no contexto de um grupo nem no de qualquer relação deveríamos aspirar ao acordo permanente, porque isso significaria renunciar ao crescimento, que nos proporciona as diferentes opiniões sobre as coisas e as diversas maneiras de ver um fato, uma decisão ou um problema.

Autoria: Allan Percy

Era uma vez uma árvore...



"... Desde que ela se conhecia por árvore, ela sabia que era uma árvore diferente. O que ela não sabia era se a diferença estava na semente, na raiz, ou na terra em que fora plantada. Ela olhava para as outras árvores do campo, muitas vezes desejando ser uma árvore normal, como as demais.

Quando chegou o dia de brotar as primeiras folhas, ela insistiu que algumas de suas folhas fossem vermelhas. Mamãe árvore fez de tudo para dissuadi-la: “Folhas têm de ser verdes!” - disse ela - mas sem sucesso.

E assim a copa cresceu com algumas folhas coloridas. Muitas árvores vizinhas apontavam suas folhas sórdidas em direção às suas vermelhas, criticando-a. Umas poucas elogiavam sua autenticidade... E ainda outras, fofocavam entre si dizendo que as folhas vermelhas não deveriam existir naquela árvore. Com as flores e frutos, história semelhante ocorreu. E  por ser diferente, essa árvore vivia quase sem contato com as demais. Vez ou outra alguém usufruía da sua sombra... dos seus frutos... Mas quando se lembrava das folhas vermelhas, acabava por se afastar.

Os anos passaram, muitas estações sobrevieram. Algumas castigaram duramente aquela árvore. Ela chegou a ficar muito tempo sem folhas, flores e frutos. Mas a raiz sempre vibrando. Lentamente, mas vibrando. Ainda há seiva percorrendo os seus ramos, ainda que mirrados. Vez ou outra, um pássaro pousa nos seus galhos e traz uma cantiga alegre. Vez ou outra sua raiz se entrelaça com outra raiz, e há uma troca de seivas...

Mas a árvore está cansada... Cansada dos ventos, das tempestades... Há ventos que vem de fora e há ventos que vem de dentro. O pior inimigo é o que está dentro da árvore. Que pode consumir sua seiva e esvair suas forças. Um vento mais forte pode colocá-la a nocaute. Mas sua raiz continua entrelaçada à raiz de uma árvore que ela nem sequer conhece e que a nutre de forças e energia.

E vem o tempo em que a árvore terá que decidir se vale a pena continuar sendo uma árvore que não tem flores e frutos... E se vale a pena continuar ocupando terra em vão...

- Tudo bem ser uma árvore diferente, diz alguém... E assim a árvore segue acreditando que o importante é simplesmente SER.''

Autoria: Wally Martins

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Pensando bem...





"... Certa vez, um aluno foi até seu professor e disse: “Muitos dos seus ensinamentos falam sobre as bênçãos que podem advir de compartilhar, mas eu não tenho nada para dar! Não tenho habilidades e por isso não consigo trabalho. Não tenho trabalho e por isso não tenho dinheiro”. O sábio mestre pediu a seu aluno para ficar do lado de fora de um prédio vizinho e simplesmente dizer alô e apertar a mão de cada transeunte durante um dia inteiro. À noitinha, o aluno voltou, surpreso de que não só tinha feito muitos amigos, como também tinha milagrosamente conseguido um novo emprego. O administrador do prédio tinha visto a cordialidade do aluno, sua gentileza e generosidade para com os outros e tinha lhe oferecido a posição de porteiro..."

O ensinamento é que sempre temos algo a dar, mesmo que seja apenas um sorriso ou uma pequena ajuda. 

Autoria: Yehuda Berg

Um segredo...

 
 
 
"... Os obstáculos não podem te deter. Os problemas não podem te deter. Mais que tudo, outras pessoas não podem te deter. Somente você pode deter a si mesmo..."

Autoria: Jeffrey Gitomer

Momento novo...




"... Igualzinho ao que acontece com todas as pessoas, num trecho ou outro da estrada, eu já senti tanta dor que parecia que os golpes haviam me quebrado toda por dentro. Não sabia se era possível juntar os pedaços, por onde começar, nem se o cansaço me permitiria movimentos na direção de qualquer tentativa. Quando o susto é grande e dói assim, a gente precisa de algum tempo para recuperar o fôlego outra vez. Para voltar a caminhar sem contrair tanto os ombros e a vida. Um espaço para a gente quase se reinventar. O tempo passa. O fôlego retorna. Parece milagre, mas as sementes de cura começam a florescer nos mesmos jardins onde parecia que nenhuma outra flor brotaria. A alma é sábia: enquanto achamos que só existe dor, ela trabalha, em silêncio, para tecer o momento novo. E ele chega..."

Autoria: Ana Jácomo

A gratidão...

 
 
 
"... A gratidão desbloqueia a abundância da vida. Ela torna o que temos em suficiente, e mais. Ela torna a negação em aceitação, caos em ordem, confusão em claridade. Ela pode transformar uma refeição em um banquete, uma casa em um lar, um estranho em um amigo. A gratidão dá sentido ao nosso passado, traz paz para o hoje, e cria uma visão para o amanhã..."

Autoria: Melody Beattie

Felicidade já...




"... Nós, adultos, nos esquecemos que a felicidade já é. Que está disponível mesmo quando não conseguimos acessá-la. Que mora nas coisas mais simples do mundo. Essas aqui, bem próximas do nosso alcance, agora...."

Autoria:  Ana Jácomo

Sabedoria de vó...






  Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de Porto, dizer a minha neta:
- Querida, venha cá.
Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado.
Tenho umas coisas pra te contar.
E assim, dizer apontando o indicador para o alto:
 - O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração!
Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões.
E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis a pele mole 
e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta saudável e forte.
Por isso, vou colocar mais ou menos assim:
É preciso coragem para ser feliz. Seja valente.
Siga sempre seu coração.
Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão.
Satisfaça seus desejos.
Esse é seu direito e obrigação.
Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, 
mas escolha entre ser uma grande menina ou uma menina grande, 
vai depender só de você.
Tenha poucos e bons amigos. Tenha filhos. Tenha um jardim.
Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e a Austrália.
Cuide bem dos seus dentes.
Experimente, mude, corte os cabelos. Ame. 
Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro.
Não corra o risco de envelhecer dizendo "ah, se eu tivesse feito...
" Vai que o carteiro ganha na loteria - tudo é possível, e o futuro é imprevisível.
Tenha uma vida rica de vida! Viva romances de cinema, 
contos de fada e casos de novela.
Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor.
E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável.
Porque sim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance elas inventam também detalhes desnecessários.
Se for se casar, faça por amor.
Não faça por segurança, carinho ou status.
A sabedoria convencional recomenda que você se case 
com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco!
Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de aperfeiçoar os genes na reprodução, sugere que você procure alguém diferente de você.
Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão.
É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.
Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, 
seus instrumentos de criação.
Leia. Pinte, desenhe, escreva. 
E por favor, dance, dance, dance até o fim, 
se não por você, o faça por mim.
Compreenda seus pais.
Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor 
que puderam, e sempre farão.
Não cultive as mágoas - porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida 
é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza.
Era só isso minha querida.
Agora é a sua vez.
Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte: como vai você?


Autoria: Maria Sanz Martins

O essencial é invisível aos olhos...





"... Não se vê, sente-se. Não se mede, não se pesa, não se toca, não se cheira. Sente-se! Aquilo que é realmente importante acontece num plano não palpável. Não visível. É de dentro. É o que transborda sem se ver. É o que nos move. Ou deveria mover..."

Autoria: Antoine de Saint-Exúpery

Pessoas em extinção...




"... Eu me encanto com pessoas que carregam uma essência clara. Que expressa uma beleza interior, uma alma bonita. Tem gente que traz magia no olhar. Parece refrão de música, mas eu já tive a sorte de encontrar esse "tipo em extinção" por aí. E que alegria ter essa sorte. Sou uma observadora nata. Eu gosto de admirar o outro. De ver seus trejeitos, suas risadas, seu modo de falar, de abraçar. De ser. Como me encanta quando tenho a chance de ver o outro sendo. Eu sou tanto quando ele é. Somos então. Dois em um. Eu tenho um carinho especial por essa leva de gente que faz com que a gente se enxergue um pouco também. Eu já me vi, diversas vezes, em rostos que cruzaram a mesma calçada que a minha. A mesma festa que a minha. A mesma felicidade que me tomava naquele determinado momento. Eu me enxerguei naquelas pessoas. Eu me identifiquei com elas. Com o silêncio, com a palavra, com a essência delas. Cada um chama isso do modo que preferir, mas eu chamo de sintonia. De sensação boa. De sentimento bom. Encontro bom. (...) Que essas pessoas continuem caminhando ao meu lado. De mãos. De abraços. De levezas. Que a gente continue sendo tanto uns para os outros. Que continuemos nos vendo no outro, nos identificando com ele.  E com a incompreensão que muitas vezes ele nos causa, também. Somos também um pouco disso. Ou muito. Quiçá..."

Autoria:  Bibiana Benites

O rio da vida...




“... Abençoado é aquele que se ama e precisa de sua própria companhia para entender que não adianta apressar o rio, pois ele corre sozinho...”

Autoria: Denise Portes

Valentia suficiente...




"... Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes. Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito. Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz ..."

Autoria: Caio Fernando Abreu

Sempre há tempo...





"... Sempre há tempo, mesmo quando você acha que não há mais tempo… Há tempo para entender que a felicidade não está nas coisas que possui, e que ninguém é capaz de trazê-la até você. A felicidade é um estado do espírito que reflete toda a alegria contida na sua alma.

Há tempo para aprender que pedir perdão a alguém não é sinal de fraqueza; é um gesto nobre de quem sabe olhar para si e reconhecer os seus erros; e que os fracos são aqueles que não sabem pedir perdão, porque não admitem os seus erros e tampouco aprenderam a reconhecê-los.

Que amar não significa ter alguém, muitos têm alguém, mas nunca souberam o que é o amor verdadeiro. E com o tempo você aprende que na maioria dos casos o amor verdadeiro só acontece uma vez, mas que isso não significa contrato de casamento.

Há tempo para recomeçar, mesmo quando não se acredita em mais nada; às vezes é melhor recuar do que seguir a adiante percorrendo o caminho errado; para perceber que a vida é uma obra inacabada e que por isso é melhor viver da forma que se pode, mesmo que não vá muito longe, do que deixar as preocupações consumirem os seus nervos.

Sempre há tempo para perceber que não adianta medir forças para ter o domínio da razão; isso não lhe levará a lugar algum; e que há mais dignidade em unir as forças em prol dos objetivos comuns. Que o amor que você tem por alguém, não é maior nem melhor, é apenas uma das formas de expressá-lo. E que perder uma batalha, não significa perder uma guerra. As guerras são uma sucessão de batalhas e na vida um dia você ganha e no outro você perde, mas nem por isso vais fugir à luta. E não importa quão nobre sejam os seus sentimentos com relação aos outros. Algumas pessoas não sabem expressar o que sentem e outras, simplesmente não sentem. Mas isso não o impede de ser nobre e respeitar os sentimentos alheios.

Com o tempo você descobre que ninguém é tão bom ou tão ruim quanto lhe parece ser; muitas vezes nossos sentidos nos enganam. São apenas pessoas como você, tentando transitar pela vida. E o que determina o grau de cada coisa é o seu posicionamento diante dela. Lembre-se que posicionar-se não significa ser rude, intolerante e cruel. Há uma grande diferença entre autoridade e dominação. Os grandes diante da vida são aqueles que souberam se posicionar usando somente a amor e a generosidade.

E sempre há tempo para aprender a enxergar a vida como uma grande ponte para o autoconhecimento, mesmo sabendo que o passado já foi; o presente é agora, e o futuro é incerto. Não critique demais, não perca seu tempo se lamentando. Aja, reaja, lute e viva cada instante. Seja generoso sempre, saiba reconhecer seus defeitos porque, embora não pareça, ainda há tempo de transformá-los em virtudes. A ação modifica, a reação impulsiona, e a vida corre junto com o tempo. E o tempo? Ah… Esse sim é senhor de si mesmo e não pára esperando que você conserte tudo, para voltar a ser determinante. Ele é implacável. Mas mesmo assim, sempre há tempo…"

Autoria: Erica Gaião

Revelações da vida...





"... É que a vida tem um jeito estranho de dizer suas entrelinhas. Algumas coisas são ditas dentro das mesmas circunstâncias, entre os momentos que mudam e os fatos que se alteram, e tudo continua no mesmo lugar.

É que a vida tem um jeito estranho de revelar a realidade. Àquela que existe no intervalo entre o que se quer e o que se tem, mas quando se está nela, não é uma coisa nem outra, e sim um fragmento da ilusão.

É que a vida tem um jeito estranho de contar certas verdades. Algumas são contadas de um modo, ouvidas de outro e, ao final de tudo, não passam de invenção dos sentidos.

É que a vida tem um jeito estranho de apontar novos caminhos. Alguns têm atalhos que mudam a direção, se distanciam do ponto de partida, e voltam para o mesmo lugar.

É que a vida tem um jeito estranho de fazer perceber suas incertezas. Algumas vezes o presente é uma certeza absoluta, mas no intervalo entre o agora e o daqui a pouco, tudo muda, e a mesma certeza se transforma em um pequeno detalhe pertencente ao passado. E o amanhã nem chegou ainda…

É que a vida tem um jeito estranho de explicar os sentimentos. Muitas vezes os que ocupam os espaços de afeto do lado de dentro, não são os mesmos experimentados do lado de fora.

É que a vida tem um jeito estranho de fazer compreender o que é a felicidade. Alguns a perseguem durante uma vida inteira e não a encontram; outros sequer se preocupam com ela, e são em si a sua mais pura expressão.

É que a vida tem um jeito estranho de ensinar o significado de ausência. Como entendê-la se ao fechar os olhos vem logo ao encontro a presença?

É muito estranho esse jeito que a vida tem de dizer certas coisas…Talvez, nesse jeito tão estranho de dizer, resida toda a sua poesia!..."

Autoria: Erica Gaião

Às vezes desconfio…





"... Desconfio dos que dizem que a morte é a vida que se finda, sendo ela apenas uma passagem que dará origem a uma nova existência. Eu mesma já morri e renasci tantas vezes em uma única existência, por tantos motivos díspares, que se for enumerá-los perderei muito do tempo que ainda me resta.

Desconfio daqueles que dizem que me amam. Muitos declararam publicamente o seu amor por mim e partiram em retirada sem sequer olhar para trás, como se eu nunca tivesse existido realmente nas suas vidas. Dá para confiar?

Desconfio daqueles que dizem estar felizes, porque os que ainda estão, ainda não são felizes. Ser feliz está longe de ser a mesma coisa. Aquele que está feliz está por algum motivo externo, o que denota total vulnerabilidade; e aquele que é… Ah! Este possui a felicidade que provém da alma e ela já faz parte da sua essência íntima. Não está condicionado, sendo, portanto, a condição e a possibilidade.

Desconfio tanto, que me transformo em intolerância… Desconfio daqueles que se dizem generosos; quem é jamais faz propaganda, como se estivesse vendendo uma imagem. A verdadeira generosidade é a medida do nosso entendimento com relação às pessoas, o que não significa abrir mão dos nossos sonhos em prol de alguém, mas acreditar que esse alguém pode fazer parte deles e nos ajudar a transformá-los em realidade. O sonho é um elo forte entre a realidade e a nossa existência.

Desconfio muito daqueles que se dizem únicos e especiais no mundo, por considerá-los egoístas. Esquecem, porém, que para ser uno é necessário o todo e este só existe por causa das suas partes. E as partes são as heranças deixadas por aqueles que conviveram conosco em algum momento de nossa vida. Por isso pergunto: E aí, onde está o ser único? Ninguém se faz sozinho… Pobres egoístas!

Desconfio dos amores impossíveis, dos sonhos impossíveis e daqueles que dizem que nem tudo é possível, por considerar que na vida tudo é possível desde que haja vontade. Mas também desconfio daqueles que dizem haver possibilidade em tudo; a vida é cinqüenta por cento, o que significa que eu tenho cinqüenta por cento de chances de dar certo ou não. Neste caso há igualdade de condições e eu não posso dizer que a vida é injusta.

Desconfio do destino porque a qualquer momento posso ser surpreendida por ele. E as surpresas não são, necessariamente, agradáveis. Há surpresas boas, ruins e outras piores ainda. Mas, por outro lado, também desconfio da vida estática porque ser surpreendido pelo destino de vez em quando é bom.

Desconfio muito daqueles que dizem que gostam de mim alegando a bondade da minha alma. Pobres tolos! Não se deram ao trabalho de me conhecer! Ninguém é tão bom ou tão ruim. E eu não quero que gostem de mim por isso ou por aquilo.Quero que simplesmente gostem de mim -o que é apenas uma questão de ponto de vista. Aqueles que nos conhecem de verdade sabem reconhecer a bondade, mas não descartam o lado perverso do nosso espírito. E entendem que o ser humano é assim como a vida, cinqüenta por cento… Por isso, desconfio mais ainda dos bondosos demais, dos que sorriem demais, dos que nunca admitem ser tomados pelos sentimentos. Isso é só aparência; e há ainda os que são enganados por elas. Desconfio, sobretudo, por acreditar que os bondosos demais, os sorridentes demais e os generosos demais aos olhos dos outros são peritos em varrer toda a sujeira para debaixo do tapete. Prefiro os que choram quando têm vontade, sorriem quando têm vontade e explodem quando sentem o seu coração partido. A raiva exposta é uma das possibilidades de libertação do espírito, e quanto à estes não há engano porque não sabem camuflar as sujeiras da alma…São para mim, seres mais puros, mesmo quando estão com raiva. Quem nunca sentiu o lado perverso da alma se sobrepor a bondade em algum momento, por menor que seja que atire a primeira pedra!

Desconfio daqueles que fazem promessas por saber que nem sempre somos capazes de cumprir o que prometemos. Dificilmente dou conta de cumprir promessas e não prometo nada. Acredite em mim quem quiser!Do mesmo modo desconfio de juras de amor, de amizade e de fidelidade. Amor, amizade, fidelidade existem em si e são comprovados por meio de ações e não de palavras…

Desconfio muito dos que esquecem o passado, pensando viver plenamente o presente, sem olhar para trás. Desconfio por saber que ninguém escreve a sua história pela metade. Uma vida plena depende muito daquilo que fomos e herdamos do passado. Como viver sem lembranças? A memória do passado rejeitada hoje pode ser muito útil na construção de um novo amanhã…

Eu desconfio da verdade e da mentira, do certo e do errado, das regras… Quem segue todas as regras? Quem não burla a lei e a ordem? A única honestidade que conheço é a que tenho com relação a mim mesma e aos meus princípios. Só eu serei capaz de me amar profundamente e de não me enganar; só eu serei capaz de me respeitar acima de tudo, só eu farei o possível e o impossível para ser feliz e não me magoar, embora tenha fracassado algumas vezes. Mas quem não fracassa de vez em quando? Só eu sou em mim na minha totalidade, mas sei que não me fiz sozinha…E ainda assim, desconfio de mim. Desconfio por saber que o meu pensamento de hoje pode se tornar uma contradição amanhã. Por saber que nada é permanente e que tudo é provisório. Desengano? Talvez! Por isso aviso, desconfie de mim! Porque a desconfiança que deposito nas coisas baseia-se somente na minha experiência pessoal e, portanto, só faz sentido para mim..."

Autoria: Erica Gaião

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Isso é tudo...



"... Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo.
Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, 

além daquela que há em sua própria alma.
Nada posso lhe dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave.
Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo..."

Autoria: Hermann Hesse

Se não houver amanhã...




"... Sabe, eu que costumava deixar muitas coisas para amanhã, resolvi lhe dizer, hoje, o quanto você é importante para mim, porque quando acordei pela manhã, uma pergunta ressoava na acústica de minha alma: “e se não houver amanhã?”

Então hoje eu quero me deter um pouco mais ao seu lado, ouvir suas ideias com mais atenção, observar seus gestos mais singelos, decorar o tom da sua voz, seu jeito de andar, de correr, de abraçar.

Porque... se não houver amanhã... eu quero saber qual é sua comida preferida, a música que você mais gosta, a sua cor predileta... Hoje eu vou observar seu olhar, descobrir seus desejos, seus anseios, seus sonhos mais secretos e tentar realizá-los.

Porque, se não houver amanhã... Eu quero ter gravado em minha retina o seu sorriso, seu jeito de ser, suas manias...

Hoje eu quero fazer uma prece ao seu lado, descobrir com você essa magia que lhe traz tanta serenidade, quero subir aos céus com você, pelos fios invisíveis da oração. Hoje eu vou me sentar com você na relva macia, ouvir a melodia dos pássaros e sentir a brisa acariciando meu rosto, colado ao seu, em silêncio... E sem pressa.

Hoje eu vou lhe pedir por favor, agradecer, me desculpar, pedir perdão, se for necessário. Sabe, eu sempre deixei todas essas coisas para amanhã, mas o amanhã é apenas uma promessa... o hoje é presente. Assim, se não houver amanhã eu quero descobrir hoje qual é a flor que você mais gosta e lhe ofertar um belo ramalhete.

Quero conhecer seus receios, lhe aconchegar em meus braços e lhe transmitir confiança... Hoje, quando você for se afastar de mim, vou segurar suas mãos e pedir para que fique um pouco mais ao meu lado. Sabe, eu sempre costumo deixar as palavras gentis para dizer amanhã, carinhos para fazer amanhã, muita atenção para prestar amanhã, mas o amanhã talvez não nos encontre juntos.

Eu sei que muitas pessoas sofrem quando um ser amado embarca no trem da vida e parte sem que tenham chance de dizer o que sentem, e sei também que isso é motivo de muito remorso e sofrimento. Por isso eu não quero deixar nada para amanhã, pois se o amanhã chegar e não nos encontrar juntos, você saberá tudo o que sinto por você e saberei também o que você sente por mim.

Nada ficará pendente... Quero registrar na minha alma cada gesto seu. Quero gravar em meu ser, para sempre, o seu sorriso, pois se a vida nos levar por caminhos diferentes eu terei você comigo, mesmo estando temporariamente separados.

Sabe, eu não sei se o amanhã chegará para nós, mas sei que hoje, hoje eu posso dizer a você o quanto você é importante para mim.

Seja você meu filho, minha filha, meu esposo ou esposa, um amigo talvez, você vai saber hoje, o quanto é importante para mim... Porque, se não houver amanhã...

Amanhã o sol será o mesmo mensageiro da luz, mas as circunstâncias, pessoas e coisas, poderão estar diferentes.

Hoje significa o seu momento de agir, semear, investir suas possibilidades afetivas em favor daqueles que convivem com você. Hoje é o melhor período de tempo na direção do tempo sem fim..."

Autoria: Jessica Rabitt

Cultivar...




"... É preciso preservar a beleza dos nossos corações. Saber olhar com pureza de alma. Respirar como se nascêssemos a cada instante. Agir na calma e na serenidade. Cultivar uma flor, mergulhar em águas limpas. Ouvir uma melodia, agradecer a vida não deixar que o encanto se dissolva diante do mundo. Surfar nas ondas do infinito. Até que a eternidade e o amor nos envolva. Nos faça vibrar e sentir cada momento... "

(A.D.)

Morada do bem...



"... Faço de mim casa de sentimentos bons, onde a má fé não faz morada e a maldade não se cria. Me cerco de boas intenções, me reservo pros poucos e melhores amigos. Me permito o riso..."

Autoria: Caio F. Abreu

Começando assim...

 
 
 
“... É assim que eu quero começar a semana: carregando leveza para os meus dias, desfazendo dos medos, arregaçando as mangas e pondo os meus pés no chão. Plantando em mim as sementes mais bonitas e regando a minha vida para que um dia eu colha os frutos da bondade, do amor e da paz...”

Autoria: Wanderly Frota

Parabéns pra você...

 


“... Parabéns para você, que dia a dia aprende mais sobre você mesma. Que erra para aprender. Que é forte o suficiente para seguir em frente. Que de vez em quando esquece a própria idade e o juízo em algum canto. E depois acha, como mágica. Parabéns para você, que tem um sonho. Que não desiste, apesar do que falam. Que não se abala, apesar do medo. Que sente uma fraqueza interna, mas caminha com passos firmes. Que fica tonta, mas não desmaia. Que apesar de cada pedra no caminho, corre. Que reclama dos problemas, mas entende que a vida é feita deles. Que tenta entender o defeito alheio – e procura perceber os seus...”

Autoria: Clarissa Corrêa

Caminho de sabedoria...



“... A estrada de nossa existência pode ser bela, simples, rica, tortuosa. Seja como for, ela é o melhor caminho para o nosso aprendizado. Assim, siga pela estrada ensolarada. Procure ver mais flores. Valorize os companheiros de jornada... E, sobretudo, não deixe de caminhar feliz, com o coração em festa, agradecido a Deus por ter lhe dado a chance de percorrer esse caminho de sabedoria...”

(A.D.)

Preciosa oportunidade...



"... Eu continuo adorando essa história de estar por aqui. Grata, muito grata pela oportunidade preciosa. Grata, por cada vida que tocou a minha, porque a gente cresce, principalmente, é pelo toque dos encontros, não importa com que cara eles se mostrem. Viver dá trabalho e é também maravilhoso. Eu continuo entusiasmada com esse presente, que desembrulho devagar, com sorrisos e olhares que se renovam o tempo todo..."

Autoria: Ana Jácomo

Aprendi...

 
 
 
“... Que hoje meu coração se encha de fé, esperança e coragem ...
Porque aprendi que a boca fala daquilo que o coração se enche...”

Autoria: Vanessa Cony

Agradeço de coração...



" ... Hoje eu lembrei que tem coisas que a gente jamais pode esquecer.
Agradecer é uma delas: Obrigada, de coração cheio e sorriso largo... "

Autoria: Clarissa Corrêa

Certas almas...



“... Tem certas almas que brilham sempre, que só levam sentimentos bons aonde vão.  Almas que transbordam Amor e Paz.  Almas iluminadas... "

Autoria: Rachel Carvalho

Mudanças...

 
 
"... Minha vida mudou muito nos últimos anos. Eu mudei muito nos últimos anos. Mudei sem oferecer a menor resistência. Mudei sem me surpreender com as mudanças. Elas simplesmente apareceram, aconteceram, me invadiram e se instalaram. Então, eu finalmente me senti em casa dentro de mim mesma. E hoje, mais do que nunca, sinto que não devo nada para ninguém. A gente demora demais para se livrar de pesos e culpas. Mas um dia, finalmente, a gente acorda. E descobre que tem uma vida inteirinha pela frente..."

Autoria: Clarissa Corrêa

A cada manhã...



"... Que a cada manhã a sua coragem acorde bem juntinho de você,  sorria pra você, e o convide para viverem uma história toda nova,  apesar do cenário aparentemente costumeiro..."

Autoria: Ana Jácomo