terça-feira, 20 de setembro de 2011

E foi assim...





"O amor acrescenta-nos com o que amarmos. O ódio diminui-nos. Se amares o universo, serás do tamanho dele. Mas quanto mais odiares, mais ficas apenas do teu. Porque odeias tanto? Compra uma tabuada. E aprende a fazer contas."

Ainda que esgotasse todos os meus sentidos, restariam vestígios de puro amor dentro de mim, atrelado à minha essência, revogando minhas atitudes e destruindo o meu ódio. Certa vez, o amor me pegou de jeito e hoje faço disso a prova concreta de que nasci para amar. E foi assim, semeando amor que aprendi a desviar-me do ódio.
 
Autoria: Vergílio Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário