terça-feira, 10 de maio de 2011

Vida Divina...



Quando o homem reúne e concentra suas forças,
sente que a própria Vida Divina não se furta a influir ativamente sobre ele
e a reanimá-lo com seu fogo brando e vivificador.

Essa Vida Divina que o formou não teme formá-lo novamente.
Após tê-lo formado de novo, ela não teme estabelecer-se
nele e sustentá-lo por suas santas influências;
e após ter-se estabelecido nele e o haver sustentado por suas santas influências,
não teme transmitir-lhe a alegria da qual ela é a fonte e da qual ela própria se
nutre perpetuamente.

Nessa operação, o homem toma realmente uma nova característica, pois é de tal maneira penetrado pela Luz Divina, que o seu interior se torna resplandecente, originando-se aí como que um sol vivo e brilhante que o seu corpo material não pode conhecer. Esse é um dos sentidos da passagem de São João: a luz brilha nas trevas,  e as trevas não a compreenderam; ele veio até os seus domínios,  e os seus não o receberam.

Se o homem dirigisse mais cuidadosamente seu olhar para seu ser interior,
Certamente descobriria em si esse sol radiante
e o veria fisicamente com os olhos do seu espírito,
da mesma forma que pode ver num espelho a beleza do seu rosto 
com seus olhos materiais. Porque ele tem sempre, diante do seu ser interior,
um espelho vivo que refletirá seu esplendor naturalmente.

Ele se verá acompanhado, à direita e à esquerda, por Deus,  que não cessa 
de preservá-lo e defendê-lo e que foi operante  temporariamente 
nas duas alianças, ou iniciações espiritual e divina,
tendo sido representado em corpo aos três discípulos 
do salvador pelos precursores dessas iniciações Moisés,
que conduzirá o povo até as portas da terra prometida, e Elias, 
que viera preparar os caminhos para a aliança eterna da paz e da santidade.
Pois o salvador revelou nessa transfiguração os caminhos que o
homem deveria seguir para retornar ao reino da vida.

Autoria: Louis Claude Saint Martin

Não há nenhum amor exceto o de Deus...





Talvez penses que diferentes tipos de amor são possíveis. Talvez penses que há um tipo de amor para isso, outro para aquilo, um modo de amar uma pessoa e ainda um outro modo de amar uma outra. O amor é um. O amor não tem partes separadas nem intensidades diferentes, nele não há tipos ou níveis, divergências ou distinções. Ele é como ele mesmo, inteiramente imutável. Nunca se altera com uma pessoa ou circunstância. Ele é o Coração de Deus e também o de Seu Filho.

O significado do amor é obscuro para aquele que pensa que o amor pode mudar. Ele não vê que um amor mutável tem que ser impossível. E assim, pensa que pode amar às vezes e às vezes odiar. Ele também pensa que o amor pode ser dado a um e negado a outros e ainda assim permanecer sendo o que é. Acreditar nessas coisas sobre o amor é não compreendê-lo. Se o amor pudesse fazer tais dintinções, teria que julgar entre o justo e o pecador e perceber o Filho de Deus em partes separadas.

O amor não pode julgar. Sendo um em si mesmo, ele olha para tudo como um só. o Seu significado está na unicidade. E tem que eludir a mente que o considera parcial ou em partes. Não há nenhum amor exceto o de Deus e todo o amor é Dele. Não há outro princípio que domine onde o amor não está. O amor é uma lei sem opostos. A sua integridade é o poder que mantém todas as coisas unas, o ele entre o Pai e o Filho que mantém a Ambos para sempre como o mesmo.

Nenhum curso cujo propósito seja o de te ensinar a lembrar-te do que realmente és, poderia falhar em enfatizar que nunca poderia haver nenhuma diferença entre o que realmente és e o que é o amor. O significado do amor é o teu próprio, e é compartilhado pelo próprio Deus. Pois o que tu és, é o que Ele é. Não há nenhum amor a não ser o de Deus e o que Ele é, é tudo o que há. Nenhum limite é imposto a Ele e, assim, tu também és ilimitado. Nenhuma lei que o mundo obedeça pode ajudar-te a apreender o o significado do amor. O que o mundo acredita foi feito para esconder o significado do amor e para mantê-lo no escuro e secreto.

Não há nenhum princípio que o mundo defenda que não viole a verdade do que é o amor e também do que tu és. Não busques achar o teu Ser dentro desse mundo. O Amor não pode ser achado na escuridão e na morte. No entanto, ele é perfeitamente aparente aos olhos que vêem e aos ouvidos que ouvem a Voz do amor. (...) Chama pelo teu Pai, certo de que a Sua Voz responderá. Ele próprio prometeu isso. E Ele próprio depositará uma centelha de verdade no interior da tua mente toda vez que desistires de uma crença falsa, de uma ilusão escura a respeito da tua própria realidade e do que o amor significa. Ele brilhará hoje através dos teus pensamentos vãos e ajudar-te-á a compreeender a verdade do amor. Com amorosa gentileza Ele habitará contigo à medida em que permitires que a Sua Voz ensine o significado do amor à tua mente limpa e aberta. E Ele abençoará a lição com o Seu Amor.

Autoria: Um Curso em Milagres

Religião x Espiritualidade...




A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.
A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga 
o que fazer, querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.
A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: “aprende com o erro”.
A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e portanto é Deus.
A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.
A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de União.
A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.
A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência.
A religião se ocupa com fazer.
A espiritualidade se ocupa com Ser.
A religião alimenta o ego.
A espiritualide nos faz Transcender.
A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.
A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.
A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa Consciência.
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.
A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar Deus em Nosso Interior durante a vida.

(AD)

Amor incondicional...

 
 
 
É muito triste que uma pessoa nunca tenha encontrado alguém que a amasse. Se essa pessoa pudesse conhecer pelo menos outra pessoa que lhe dedicasse amor incondicional - a pura combinação de aceitação e compaixão - ou se pudesse sentir-se objeto de afeição e amor, isso teria grande impacto e extremo valor para ela. Pois existe dentro de todos nós uma boa semente pronta a despertar e amadurecer em decorrência das demonstrações de amor.

Autoria: Dalai Lama

A vida...

 
 
 
 
A vida, quando vivida inteligentemente, é simples. 
Existe uma grande beleza nessa simplicidade.

Quem compreende que a vida, em sua essência, é simples e se dispõe a obedecer as suas leis não se perde nos caminhos obscuros nem nos labirintos complicados dos desejos egoístas. Dessa forma, fica protegido de inúmeras agressões.

A simplicidade inteligente é despojamento, é liberação.

Quando atingimos esse grau de sabedoria, 
a vida passa a nos trazer alegria, bênçãos e riqueza.

Autoria: Paulo e Lauro Raful

Trovas de mãe...





Dia das MÃES!... 
Alegrias das mais puras, das mais belas!...
Mas é preciso saber o dia que não é delas.
O nosso berço no mundo, sem que ninguém o defina,
É um segredo entre a mulher e a providência Divina.
Mãe possui onde apareca dois títulos a contento:
Escrava do sacrifício, Rainha do sofrimento.
Mulher quando se faz mãe, seja ela onde for,
Por fora é sempre mulher, por dentro é um
anjo de amor, maternidade na vida.
Que o saiba quem nao souber, É uma luz que
Deus acende no coração a mulher:
Coração de mãe parece, no lar em que se aprimora,
Padecimento que ri, Felicidade que chora.
Pela escritura que trago, na história dos sonhos meus,
Mãe é uma estrela formada de uma esperança de DEUS.

Autoria: Francisco Cândido Xavier

O amor...





Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida. Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você esta esperando desde o dia em que nasceu. Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d´água neste momento, perceba: Existe algo mágico entre vocês. Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino... O Amor. Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro. Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida. Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela tivesse ali do seu lado... Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados... Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que esta marcado para noite... Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado... Se você tiver certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver convicção que vai continuar sendo louco por ela...  Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida. É uma dádiva. Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixa-lo acontecer verdadeiramente. Por isso, preste atenção nos sinais!! Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: . . . O Amor

Autoria: Carlos Drummond de Andrade

Suprimento cósmico...





Abundância é a palavra da criação. O potencial de riqueza espiritual assim como do universo é ilimitado e está a espera da descoberta e da exploração da consciência do homem. Teorias que pressupõem carências ou limites no universo são falsas. Não há nada que falte em Deus ou nos alicerces espirituais embora seja verdade que existam limitações materiais, no mundo físico finito.

Conceitos de suprimento universal, porém, devem ser considerados mais importantes do que a moldura material de referência. Tanto o material quanto o espiritual provêm da mesma fonte e esta fonte é inesgotável. Coisas como que conhecemos visíveis, tangíveis, algumas vezes impressionando-nos como indicadores de nossa habilidade de conquistar, fazer ou mesmo processar matéria prima e torná-la objetos de arte, aos poucos serão consideradas “ultrapassadas” no ambiente humano, à medida que nos transportamos do nível puramente físico para o nível mais etérico de existência terrena. Embora esse processo vá demorar (em termos de tempo físico) para alcançar seu objetivo, seria de grande sabedoria se começássemos a adaptar-nos agora às nossas noções mais apuradas sobre a verdadeira natureza da plenitude universal.

Embora saibamos que a Lei de Conseqüência é aplicável a todas as situações, muitas vezes parece que os tesouros materiais estão sendo indiscriminadamente criticados e postos de lado, sem que se leve em conta o esforço e o mérito individual. O filho do milionário, aparentemente não fez nada para merecer este presente financeiro, mas seu futuro econômico parece garantido. O jogador que fez sua fortuna e a dona de casa que ganhou o grande prêmio da loteria são considerados, normalmente, mais como “pessoas de sorte” do que merecedoras. Aqueles cujas tendências e esperanças estão focalizadas e baseadas na sorte material pode eventualmente atingir este grau de satisfação, embora isto não ajude em nada quanto ao seu futuro espiritual.

Nosso futuro se baseia no estado de nosso desenvolvimento espiritual - no tesouro que podemos levar conosco - e, aí novamente o suprimento de tal tesouro não ter limites. Para compartilharmos inteiramente deste tesouro precisamos chegar à Fonte dos Suprimentos. Nós nos fortalecemos espiritualmente em proporção direta à ação espiritual. Quanto mais de acordo vivemos com a lei da Natureza e nos mostramos preparados e ansiosos para compartilhar nosso tesouro com os demais, servindo a “divina essência”, mais abundante a opulência universal descerá sobre nós.

A fortuna material tem seus limites e se for esbanjada, ela se perde em vários sentidos: mesmo se usada de maneira inteligente e se os lucros continuarem a se acumular, deve haver sempre um critério de como gastar, pois há sempre uma responsabilidade do que se recebe. Já o tesouro espiritual, se multiplica à medida que é usado, não dentro dos limites legais que governam as taxas de lucros, mas eternamente. A expansão suprimento é determinada somente pelo uso a que se destina e pela atitude com a qual é recebida e aplicada. Se o tesouro for guardado ele se perderá, ao contrário do ouro. Um dia o Ego que procura acumular saber cósmico sozinho, ao abrir seu "cofre” perceberá que seu tesouro se dissipou. Contudo, aquele que procura o saber e força espiritual a fim de ser um trabalhador mais digno e efetivo nas vinhas do Cósmico, encontrará seu estoque de dádiva aumentado assustadoramente. Talvez não tenha dinheiro para comprar coisas materiais, mas terá força espiritual, intuição, visão interior, poder de decisão e discernimento para lidar com as mais adversas e desconcertantes situações humanas e resolvê-las da melhor maneira para que possa trazer benefícios duradouros a todos.

As coisas terrenas ficarão ultrapassadas se não possuírem um significado espiritual. Mas, se usados de maneira correta, têm naturalmente um lugar considerável em nossos esquema evolutivo. O uso adequado e compensador desses bens, só será possível se a compreensão espiritual for de tal forma desenvolvida, que o interesse mútuo e não o pessoal seja a grande força motriz destas atitudes. Esta compreensão, por sua vez, está baseada na lei do Amor Universal. Aquele que procura o manancial de abundância espiritual não precisa olhar muito longe, basta olhar para dentro de si mesmo. Não é necessário mais nada. Certamente ELE já nos deu e dá a todos este presente inestimável, mas precisamos saber receber e “desembrulhar” esta dádiva.

(AD)