sexta-feira, 11 de maio de 2012

Duas almas habitam em meu peito...



Duas almas habitam em meu peito,
e querem trilhar sendas em tudo opostas;
Uma se aferra ao mundo físico e à matéria,
com o ardor da mais feroz paixão;
A outra, eleva-se com força dessas emanações,
remontando às alturas de sua excelsa origem.

Autoria: Goethe

Nenhum comentário:

Postar um comentário