sexta-feira, 25 de maio de 2012

Um apelo à sanidade...






Somos obcecados pela quantidade: quanto ganhou na bolsa? Foi promovido? Comprou o último modelo de carro?TV com tela 42 polegadas? O último computador? E assim por diante. O homem de sucesso é um ser pensante 24 horas por dia. Vive numa sociedade competitiva, cujos valores básicos estão nas acumulações de bens, dramas, conflitos e sofrimentos.  Atrás de toda pessoa agitada e ansiosa existe um AUTO-ESQUECIMENTO. Estamos sempre correndo para lugar nenhum.  As consequências são consumo de drogas psicotrópicas lícitas e ilícitas; um sofrimento sub-limiar de insatisfação e insuficiência. Estamos TROCANDO COISAS VIVAS POR COISAS MORTAS. Até quando vai isto? Não sabemos. A INSANIDADE passou a ser coletiva, globalizada, destrutiva e inconsequente. A semelhança de um CÂNCER a destruir o hospedeiro e a própria vida. Sabemos que a insanidade está associada a INCONSCIÊNCIA, daí o apelo a CONSCIÊNCIA e a INTELIGÊNCIA. Este é o nosso destino.

(A.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário