sábado, 20 de agosto de 2011

De onde nasce a esperança...




Do sol que não se intimida com as nuvens e superando a tempestade,
ressurge anunciando um novo começo...
Do sorriso tímido que pouco a pouco vence a lágrima de dor...
Da porta que de repente se abre a nossa frente,
modificando a atmosfera de pessimismo...
Do pequeno gesto de fraternidade que rompe as fronteiras
do desespero e traz novo ânimo...
Da palavra amiga que chega nas horas em que a solidão mais machuca...
Da inspiração que nasce nos instantes em que o silêncio
conduz ao encontro dos amigos espirituais...
Das flores que resistindo aos inúmeros espinhos enfeitam os jardins da vida...
Das mãos que unidas trabalham em prol dos que se encontram caídos...
Da determinação de mesmo diante da prova mais devastadora,
prosseguirmos a passos lentos, mas prosseguirmos...
Do momento em que as máscaras do orgulho
caem e nos vemos tal como somos:
Espíritos imortais em busca da evolução...
Das páginas de otimismo que surgem
a nossa frente e nos convidam à reflexão...
Do abraço que chega no instante em que tudo parece sem sentido...
Da prece verdadeira que quando pronunciada
envolve-nos com a luz do Alto...
Dos companheiros de jornada que se fazem presente
quando o sofrimento nos surpreende nas curvas da nossa estrada...
Da sensação de amparo que aparece quando por alguns minutos
entramos em comunhão com a Providência Divina...
Da confiança de que aconteça o que acontecer,
não estaremos um instante sequer sozinhos...

(A.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário