terça-feira, 30 de agosto de 2011

Pequenas parcelas...




Que eu não perca o meu forte abraço e o distribua sempre; que eu perpetue a beleza e o brilho de ver, mesmo sabendo que as lágrimas também brotam dos meus olhos! E que eu manifeste o amor por minha família, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exige muito para manter sua harmonia! Que eu acalente a vontade de ser grande, mesmo sabendo que minha parcela de contribuição no mundo é pequena! E, acima de tudo, que eu lembre sempre que todos nós fazemos parte desta maravilhosa teia chamada Vida, criada por Alguém bem superior a todos nós! E que as grandes mudanças não ocorrem por grandes feitos e sim, nas pequenas parcelas cotidianas de todos nós!"

Autoria:  Francisco Cândido Xavier 

Nenhum comentário:

Postar um comentário