domingo, 28 de agosto de 2011

A totalidade é a cura...




Amor.

O desejo pela totalidade é inerente a tudo, mas somente o homem tornou-se consciente disso.

Dessa forma o homem vive sob tensão, e apenas quando esse anseio é realizado seu estado negativo de tensão é eliminado.

A tensão é simbólica do potencial infinito como também das infinitas possibilidades.

O homem não é o que ele pode ser, e a menos que ele seja aquilo que ele pode ser ele não pode ficar à vontade.

Esse mal-estar é o homem, e a saúde está na totalidade.

O fato de que a língua inglesa possui uma mesma raiz para as palavras todo (whole), sagrado (holy) e cura (heal) oculta uma profunda verdade:

Aquele que é total é também curado, e ser curado é ser total.

Essa integridade só pode ser alcançada tornando-se totalmente consciente de si mesmo: a escuridão do inconsciente é para ser penetrada e transformada em luz.

E a meditação é o método.

Autoria: Osho

Nenhum comentário:

Postar um comentário