sábado, 20 de agosto de 2011

Um enorme coração…






Uma sorveteria famosa sempre lotada nos dias de calor. 
Clientela bem atendida.

Homens, mulheres, crianças, todos fazem fila
e aguardam pacientemente a sua vez.

A menina sozinha, com o dinheiro na mão, também entrou na fila. 
Quando chegou ao caixa, o funcionário lhe ordenou 
que saísse e lesse o cartaz na porta que dizia, “Proibido entrar descalço!”

Ia se retirando, cabisbaixa, quando uma mão forte a tocou no ombro. 
Foi com ela até o meio-fio, sentou-se e tirou os seus sapatos número 44
e os colocou em frente a ela.

Depois, a suspendeu e enfiou os pés dela nos seus sapatos.
– Eu fico aqui, esperando. – disse ele. – Vá buscar o seu sorvete! 
Não tenho pressa.

Ela foi deslizando os pés, arrastando os sapatos, até o caixa. 
Comprou sua ficha e saiu vitoriosa, com seu sorvete na mão.

Quando foi devolver os sapatos para aquele homem, de pés grandes, 
barriga grande, ela se deu conta de que se ele tinha pés enormes, 
maior ainda, era o seu coração.

(A.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário