domingo, 28 de agosto de 2011

Se você quer crescer, mantenha a individualidade...



    
Se nossa evolução está interconectada e a humanidade é um só corpo, porque você realça mais a individualidade do que a universalidade? A humanidade é não somente uma, a existência é uma. Essa unicidade pode ser sentida em dois níveis: um é em profunda inconsciência e o outro é em superconsciência. Você se torna uma árvore; assim você fica um com o todo. Ou você se torna um Buda; assim você fica um com o todo. Entre os dois você não pode ser um com o todo.

Consciência é individual, inconsciência é universal; superconsciência é universal, consciência é individual...

Porque as pessoas se sentem tão felizes numa multidão? Porque a felicidade numa multidão torna-se tão contagiosa? Porque na multidão as pessoas desaparecem, se tornam inconscientes. Elas perdem suas individualidades, elas fundem a individualidade delas.

Abandonando suas consciências elas abandonam a espiritualidade delas. Então elas ficam felizes, assim não há nenhuma preocupação, nenhuma responsabilidade....

Eis porque digo para não se tornar membro de um grupo. Senão você ficará tão baixo como o mais baixo dos membros. Tornem-se indivíduos. Num grupo você sempre cairá para o menor denominador.

Isso é natural, é bem científico. Se você estiver caminhando com um grupo de cem pessoas, a pessoa mais lenta irá decidir a velocidade. Porque a pessoa mais lenta não pode andar mais rápido, ela tem suas limitações.

E se o grupo tem que permanecer um grupo, o grupo terá que se mover de acordo com o mais lento. O mais rápido terá que reduzir, mas a pessoa mais lenta não pode se tornar rápida; ela suas tem limitações.

O grupo é sempre dirigido por uma pessoa estúpida. O estúpido não pode se tornar inteligente. Mas o inteligente pode decair facilmente e tornar-se estúpido. E é claro, pessoas estúpidas tendem a criar grupos porque sozinhas elas não podem confiar nelas mesmas. Elas estão assustadas, não possuem nenhuma inteligência. Elas sabem que sozinhas estarão perdidas.

Elas tendem a criar grupos, multidões. Então quando existe uma igreja, quando existe uma seita, noventa e nove por cento é de tolos. Isso tem que ser assim. Eles decidem programas religiosos, políticos e tudo mais.

Cuidado com essa grupocracia e fique atento. Porque em você também há momentos, momentos estúpidos, quando você gostaria de relaxar. Então você não é responsável, assim não há nenhuma preocupação. Desse modo você pode lançar toda a responsabilidade sobre o grupo. Você sempre pode dizer, “Que posso fazer? Eu caminho com o grupo e o grupo é lento, então eu sou lento. O membro mais lento decide tudo”.

Se você realmente quer crescer, fique só. Se você realmente quer ser livre, seja responsável. Daí minha insistência na individualidade.

Autoria: Osho

Nenhum comentário:

Postar um comentário