sábado, 20 de agosto de 2011

Ama-me...

 
 
 
 
Ama-me.
O encanto da vida reside no amor que sentes por mim.
E o amor que sentes por mim aproxima-te da minha energia.
E sobes mais alto.
E sobes mais puro.
Ama-me.
Sente só, esse amor por mim.
E vais ver que esse amor vai romper as barreiras pessoais,
vai destruir castelos, paredes, bloqueios e compensações.
Vai rebentar amarras e arquétipos de limitação.
Ama-me.
Sente. Escolhe sentir esse imenso amor por mim
sem quereres nada em troca,
sem esperares sequer a luz da minha presença.
Porque até o esperares que eu te ame ou demonstre o meu amor reside fora de ti.
Ama-me, só.
E deixa que esse amor invada a tua vida, o teu corpo, a tua energia.
Deixa que esse amor invada as outras pessoas e a terra.
Deixa que esse amor cresça e invada o céu.
E quando menos esperares, quando achares que é só isso
e nada mais que isso, vais ter uma surpresa.
Vou descer pelo canal de amor que emanaste,
e numa noite calma irei deitar-me ao teu lado, bem aconchegadinho,
e contar-te ao ouvido histórias cá de cima, do céu.
E a tua vida vai mudar depois dessa noite.
E nunca mais vais precisar de ficar sozinho, porque tocaste
no cerne da vida e ganhaste uma luz própria 
que afasta definitivamente a solidão.

Jesus

Autoria: Alexandra Solnado

Nenhum comentário:

Postar um comentário