domingo, 21 de agosto de 2011

Urgência de viver...

 
 
 
 
A matemática da vida não é tão simples: cada soma é também uma subtração.
Quando somamos mais um ano àqueles já vividos,
subtraímos um ano daqueles que restam para viver.

Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito,
num mundo que só dá um dia de cada vez, sem garantia do amanhã.

Esperamos demais para dizer as palavras do perdão que devem ser ditas;
para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos;
para expressar gratidão; para ter e dar ânimo;
para deixar-se ser consolado e oferecer consolo.

Esperamos demais para enunciar as preces; para executar as tarefas
que esperam conclusão; para demonstrar o amor
que talvez não seja mais necessário amanhã.

Esperamos demais nos bastidores,
quando a vida tem um papel para desempenharmos no palco.

Deus também está esperando que nós paremos de esperar
e que comecemos a fazer, agora, tudo aquilo para o qual
este dia e esta vida nos foram dados.

É hora de viver.

(A.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário