segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O amado...

 
 
 
 
Oh meu Amado!
Leve-me
Liberte minha alma
Me preencha com seu amor
e liberte-me dos dois mundos.
Se eu colocar meu coração
Em algo mais que não você
Oh fogo, me queime por dentro!
Oh meu amado
Leve tudo o que eu quero
Leve tudo o que eu faço
Leve tudo
e leve-me para você.

Eu nada sei sobre os dois mundos -
Tudo o que eu sei é sobre o Uno -
Eu busco apenas o Uno,
Eu conheço apenas o Uno,
Eu encontro apenas o Uno,
E eu canto apenas o Uno.
Estou tão embriagado
no vinho do Amado
que os dois mundos
escorregaram para fora do meu alcance.
Agora não tenho mais negócios aqui
Apenas alcançar o copo do meu Amado.

O Amante está embriagado de amor;
Ele é livre, ele é louco,
Ele dança em êxtase e delícia.
Preso por nossos próprios pensamentos
nos preocupamos com cada pequena coisa.
Mas quando nos embriagamos neste amor,
Aquilo que tiver de ser será, será.

Meus olhos vêem apenas a face do Amado.
Que gloriosa visão,
pois esta visão é amada.
Por que falar em dois? -
O Amado está na visão,
e a visão está no Amado.

Uma baleia vive para o oceano,
Uma pantera vive para a floresta,
O avarento vive para a riqueza,
O amante vive por uma visão de seu Amado.

Sua doce água limpou minha alma
e removeu toda a tristeza
Agora estamos unidos em perfeita união.
Eles dizem que o amor abre a porta
de um coração para o outro;
Mas se não existem paredes
como poderá haver uma porta?

Quando você dança
todo o universo dança.
Que maravilha eu vi
e agora não posso virar minha face!
Leve-me ou não
as duas coisas são a mesma -
Pois enquanto houver vida neste corpo,
eu sou seu escravo.

Como o Amado preenche meu coração -
Como um milhão de almas em um corpo
Um milhão de colheitas em um feixe de trigo,
Um milhão de céus girando
no buraco de uma agulha.

Sem Você
eu plantei algumas flores;
elas se tornaram espinhos.
Eu vi um pica-pau, ele se transformou numa serpente.
Eu toquei o rubah - nada, além de barulho.
Eu fui para o mais alto dos céus;
ele era um inferno queimando.

Em um doce momento
Você explodiu de meu coração.
Ali, nos sentamos no chão,
e bebemos um vinho vermelho como rubi.
Encantado com sua beleza
eu vi e toquei -
Toda a minha face se transformou em olhos,
todos os meus olhos se transformaram em mãos.

Meu coração é o rubah, seu amor é o arco
Minha alma geme quietamente
enquanto você me toca seu som.
Toque, meu Amado!
Não me deixe perder uma única nota de sua melodia
e nem uma só batida de seu coração.

Descrente é aquele que não se rejubila junto com você.
O cadáver é aquele que não dança quando você dança.
O maior sábio do mundo é um tolo
se ele não abre seu coração junto de você.

Se eu rezo
isso é apenas meu coração virando em sua direção.
Seu eu olho para a Kaaba
isso é apenas meus olhos virando-se em sua direção.
De outra forma,
eu me livraria do mundo da oração,
eu lançaria fora a Kaaba.

Eles dizem que é noite,
mas eu nada sei sobre dia e noite.
Eu apenas sei da face daquele
que preenche os céus de luz.
Oh noite, você é escura
porque você não O conhece.
Oh dia, vá e aprenda com ele
o que significa brilhar.

Seu amor me preencheu
com uma loucura
que ninguém jamais pode conhecer.
Contemplá-lo preencheu meu coração
com um poema
que ninguém jamais poderá escrever.

Eu estive com Ele na última noite;
com aquele que eleva minha alma ao céu.
Tudo o que fiz foi rezar e me curvar.
Tudo o que ele fez foi virar sua cabeça e sorrir.
A noite terminou antes de nossa história
Mas não foi um erro da noite -
foi o jogo que durou muito tempo.

O amante veio, cheio de desespero -
Não posso dizer nada mais além disso.
Sua maneira era audaciosa e inflamada -
Não posso dizer nada mais além disso.
O Amado disse, "não faça"
O amante disse, "não farei"
Então, ambos se olharam e sorriram -
Não posso dizer nada mais além disso.

O Amado olhou para mim
com compaixão e disse,
"Como você pode continuar a viver sem mim?"
Eu disse, "Eu juro, viverei como um peixe fora d'água".
Ele disse, "Então por que se manter agarrado à terra seca?"

Para este Amado,
flores e espinhos são a mesma coisa;
Um verso do Corão
e um fio do Brahmin são a mesma coisa.
Não tente impressioná-lo
Para este Amado,
o herói e o tolo são a mesma coisa.

Eu recitei um verso,
o Amado riu.
Ele disse "Você está tentando me prender
em sua pequena rima?"
Eu disse, "Você não precisava quebrá-la em pedaços".
Ele disse, "Ela era tão pequena!
Eu não coube nela
Por isso ela ficou em pedaços!"

Eu bebi um pouco de seu doce vinho
e agora estou doente -
meu peito dói, minha febre está alta.
O médico diz, "tome essas pílulas".
Ok, hora de tomar pílulas.
O médico diz, "beba este chá"
Ok, hora de tomar chá.
O médico diz, "afaste o doce vinho de seus lábios".
Ok, hora de afastar-se do médico.

Se eu morrer, enterre-me junto ao Amado.
Se Ele olhar para mim, não se surpreenda.
Se Ele beijar meus lábios, não se surpreenda.
Se eu abrir os olhos e sorrir, não se surpreenda.

Seu amor é minha razão,
o lugar de descanso de minha alma.
Eu disse, "eu irei deixa-lo sozinho por 2 ou 3 dias"
Mas eu não pude. Oh meu Amado,
Como poderia afastar este amor de você?

Eu enlouqueci, estou em total confusão -
Pegue minha mão.
Estou vazio, não posso encontrar a mim mesmo -
Pegue minha mão.
Este mundo está cheio de potes
Cada qual com uma tampa.
Mas, olhe para mim, estou perdido, não tenho ninguém -
Pegue minha mão.

Eu estava acenando com um cachecol
Sob sua janela -
Você achou que era para você?
Não, não
Vá, vá
Não era para você
Apenas aconteceu de estar acenando
sob sua janela.

Vejo a lua -
ela não precisa estar cheia.
Eu vejo a lua -
ela não precisa ter nascido.
Ele é a água da vida
Oh que lua eu vi
refletida em Sua água!

A suave luz da lua
parece você.
As doces asas de um anjo
parecem você.
Não, não -
o que estou dizendo?
Apenas Você se parece com Você.

Veja-o
enrubescendo como uma menina pequena!
Oh que dor teria sentido
se alguém tivesse coberto meus olhos.
No reflexo de sua face
brilha toda a beleza dos céus
Sem Ele,
existe apenas lama.

Eu envelheci,
mas não por causa do tempo.
Eu envelheci,
mas não por causa dos sorrisos e jogos
do meu Amado.
Em cada respiração,
estou pronto e não estou pronto.
A cada passo
eu me transformo na armadilha
e naquele que coloca a isca.

Você me chama de infiel.
Você me chama de velho, jovem, recém-nascido.
Quando deixar esse mundo, não me chame de morto.
Diga antes, ele estava morto,
então subitamente, veio à vida
e fugiu com o Amado.

Um lampejo do Amado é como alquimia -
ele transforma minha alma de cobre em ouro.
Eu busquei por ele com milhares de mãos -
Ele me alcançou e me agarrou pelo pé.

Estou seguro e aquecido
Sob a coberta do amante
Embora permaneça pensando
Que ele não me ama.
Certamente se ele ouve meus pensamentos tolos -
Escondido,
de uma forma doce -
ele irá rir e rir.

Eu avisei meu coração -
"Fique distante,
Ele irá lhe trazer apenas tristeza,
Ele é amargo,
Ele não quer você…"
Meu coração riu e disse:
"Desde quando
o mel é amargo?"

Às vezes eu o chamo de Vinho
Às vezes, Copo
Às vezes, Fogo
Às vezes, Ouro
Às vezes a Semente, às vezes a Planta,
Às vezes o Caçador, às vezes a Armadilha
Tudo isso permanece um mistério
Até que eu o chame por seu nome.

Na noite passada ele estava no meio de uma multidão,
e eu não pude estreitá-lo abertamente em meus braços.
Então coloquei minha face perto da sua
Como se estivesse sussurrando um segredo em seu ouvido.

Toda a alegria deste mundo
não pode aliviar essa saudade.
Existe só um remédio - o Amado.
Eu pensei: "Quando eu o vir
quanto irei dizer!"
Então eu o vi e nenhuma palavra surgiu.

Eu entrei na Cidade Sagrada,
e jurei fidelidade;
Vestindo um traje branco de peregrino,
eu envolvi a Qaaba com mantos.
Mas no momento em que vi sua face
Quebrei todos os votos que um dia havia feito.

Alguns dizem, "Amor combinado com sabedoria é o melhor".
Outros dizem, "Disciplina e prática regular é o melhor".
Oh, estas palavras são mais preciosas que ouro,
Mas minha vida oferecida a Shams é o melhor.


Autoria: Jalaluddin Rumi

Nenhum comentário:

Postar um comentário