sábado, 20 de agosto de 2011

Acordo de paz...


 
 
 
 
Eu sei que você quer paz. Todo Espírito quer .
Paz é harmonia completa consigo e em si. Sentir-se pleno, grandioso e humilde.
Se é paz que você procura, então faça a paz aqui, agora. Isso de querer paz pro futuro não existe, porque paz vem de atitude interior  e atitude interior não se planeja nem se adia. Age-se.
Viva como se a paz já estivesse em você.
Sinta o que ela é.
É uma melodia suave?
É uma brisa? É o alto de uma montanha?
É barulho de água correndo? É azul celeste?
Relaxe. Baixe a guarda, você não será atacado. Você não é atacável. Não tem nada que falem ou que façam, que seja capaz de tirar você deste sentimento.
Respire a paz. A paz é feita de brandura. Fale com brandura. Olhe com brandura. Sorria brandamente. Olhe para cada coisa como ela é, porque a ilusão é guerra com a realidade e se você está na ilusão, está em luta.
Se você está na ilusão de ser perfeita, está em guerra com a sua verdade. Se está na ilusão de ser imperfeita, não vê o brilho de suas qualidades.
Apenas seja você. Não se julgue, não se classifique, não se compare. Não pense que devia ter mais do que tem, ou que devia fazer mais do que faz. Apenas usufrua o que tem, e descubra o prazer de cada atividade.
Deus não espera nada de você, você é quem sabe o que, quando e onde.
Deus não manda você ser , ter ou fazer nada.
O mundo diz pra você ser , ter ou fazer , mas o mundo não existe pra fazer exigências. O mundo é o que é, tem o sabor que tem, tem o cheiro que tem, às vezes é melhor , outras vezes, pior , mas é o mundo: não brigue com ele.
O mundo precisa de amor , não de briga.
Sua mãe, seu pai, sua melhor amiga, seu filho e sua filha são o que são.
Sorria pras suas manias, o seu jeito gozado de dramatizar as coisas, 
de reclamar . E vai amando…
Faça tudo por amor; nada por obrigação.
E se disserem que você tem obrigação, diga que só o amor manda em você, 
porque ele é um sentimento irresistível que sai do seu peito 
e vai conduzindo você pelos rumos da vida.
No dia em que você atender a este amor que fala no seu peito,
é quando você descobre a verdadeira paz.
Então, que não seja a paz uma palavra que eu digo, 
mas a semente que eu planto, a flor que cultivo e deixo crescer .
Não seja a paz um ideal que persigo, mas o xale que eu teço,
o bem que preciso e faço acontecer .

Autoria: Calunga

Nenhum comentário:

Postar um comentário