terça-feira, 12 de junho de 2012

Nossas decepções...

 
"... Precisamos aprender a compreender cada indivíduo no nível em que se situa, não exigindo dele mais do que possa dar e apresentar, exatamente como não podemos pedir à roseira que produza violetas, que não tenha espinhos e que não despetale suas flores na violência dos ventos... A nossa decepção, é, em realidade, conosco mesmo, por nos equivocarmos em nossa avaliação, por precipitação ou análise superficial... Nós mesmos é  quem criamos as ondas que nos decepcionam e magoam..."

(A.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário