sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Toque-me...




Toque-me onde sou luz
E desconheço o fim.
Abismos e precipícios
Profundos em mim.
Flores brotando em alegria
Profusa e graciosa
Em meu jardim.

Toque-me onde o real
Cria a poesia, onde
O desejo é melodia
E a vida é atrevimento.
Sentido e sentimento
Em tuas mãos.
Toque, toque uma vez mais
O meu coração.

Autoria: Karla Bardanza

Nenhum comentário:

Postar um comentário