quarta-feira, 3 de abril de 2013

Mudança de atitudes...

 
 
 
"... Você já parou para pensar o quanto acontece de problemas e pequenas 'coisas' quando pensamos em melhorar? Parece que tudo começa a dar errado pelo simples fato de você ter decidido que não aceitaria mais passar por problemas e tristezas. É como se todo caminho de melhora fosse muito mais difícil do que se manter na mesma situação; estagnado.Estes acontecimentos geralmente são frutos de nossa resistência à mudança. Sempre que decidimos agir de uma forma diferente, acabamos entrando em um novo padrão mental e energético que pode trazer à tona, nossos medos e receios do que pode acontecer.

Os medos geralmente são baseados na possibilidade de termos que agir de uma forma que acabemos nos desconectando de pessoas que, teoricamente, são importantes. Também são frutos da percepção de sobrevivência básica, o que pode nos levar ao receio de não conseguirmos seguir adiante e que acabemos com as situações que nos sustentam, seja no sentido financeiro ou no sentido emocional.

Quando sabemos que temos mudanças pela frente, podemos criar um sistema inconsciente que nos faz escolher por todos os caminhos da dificuldade, do atraso, da desistência. Veja o quanto estamos acostumados a nos atrasar ou perder o metrô quando estamos nos direcionando a algum local ou consulta que podem nos mostrar o caminho da melhora.

É muito importante que nos perguntemos qual é o verdadeiro valor que damos às pessoas e situações que sabemos que irão deixar nosso cotidiano quando seguimos um novo caminho. Se você estiver apegado a estes fatores, definitivamente, acabará interrompendo o momento de mudança. Se somos emocionalmente apegados às pessoas, podemos não estar preparados para deixá-las seguir seu caminho e, desta forma, podemos entrar no processo de 'esquecimento' do que já nos fizeram, ou dos problemas que esta pessoa significa em nossa vida.

Também devemos aprender a não trabalhar com o medo como base de nossas escolhas e da nossa jornada. Nada adianta sair de um emprego se, no fundo, você sente o medo de que não vai encontrar um local melhor. O receio de não ter o sustento ou de ter que ficar sem fazer nada, certamente lhe fará se sentir arrependido assim que pedir para sair do trabalho.

As melhoras são baseadas nas atitudes e crenças voltadas para a realização do que queremos. Devemos planejar um caminho e segui-lo sem se preocupar com o que deixamos para trás. Se, em algum momento, duvidarmos de nossas escolhas, daremos chance para que todas as energias que interferem no coletivo, entrem em contato com nosso campo emocional. Com esta adição de energia inesperada, certamente acabaremos modificando os resultados do primeiro projeto de mudança.

É melhor fazer a mudança somente quando se sentir preparado. Se você tem você tem vontade de transformar alguma situação, deve ter a firmeza e a certeza de que poderá se manter no caminho. As modificações serão baseadas nos nossos pensamentos, atitudes e no que deixamos para trás. Se mantivermos algum tipo de vínculo com o que estava acontecendo, provavelmente entraremos na roda da programação repetida. Em primeiro momento melhora, depois volta tudo ao que era.

Também devemos lembrar que somos nós os nossos maiores sabotadores. Tendemos a nos manter estagnados por ter o medo do que pode acontecer de imprevisto. Este medo é a maior fonte de criação de empecilhos, pois é o gerador do sistema inconsciente de escolhas. Cada novo pensamento tem o intuito inconsciente de mantermos na mesma situação.

Se você quer sua vida correndo no fluxo da vida, deve abrir mão do que acha mais importante do que a melhora. Deve ver o que lhe causa medo de perder e deve insistir em todo obstáculo. Se você conseguir transpor qualquer uma desta alternativas, certamente modificará algum padrão interno.

É esta mudança que pode gerar um novo ciclo de escolhas e acontecimentos. Também é o ponto que começa a fazer as novas situações darem certo. E não tem jeito. Assim que começamos a ver os resultados, sentimos a segurança de que tudo dará certo. Este é o sentimento que pode nos motivar a continuar e nos dá a sensação de que realmente escolhemos certo.

Entre nesta jornada com a confiança no resultado positivo. Este é o primeiro grande gerador de acontecimentos favoráveis. Mantenha-se firme em suas decisões e evite 'olhar para trás'. Assim você poderá ter sua vida fluindo na melhor maré da vida.

Autoria: Liliane Mattoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário