sexta-feira, 29 de março de 2013

A felicidade...





"... Quando as pessoas compreenderem que o mundo não é para ser disputado palmo a palmo, mas, sim, compartilhado; quando deixarem de lado o desejo de ser o centro das atenções, talvez entendam que a humildade é privilégio dos grandes e apenas os medíocres não sabem disso!

Aprendendo a respeitar as pessoas, as plantas e os bichos como obras da mesma natureza da qual fazem parte, o indivíduo cresce espiritualmente e melhora tanto como pessoa, que não lhe sobra tempo para criticar o semelhante.

Caminhar ao lado de um amigo, sorrir inúmeras vezes por dia, falar sempre de coisas boas, procurar conhecer o lado bom das pessoas, esquecer os erros do passado!

Cair, mas levantar sempre; sorrir, mesmo diante de uma negativa; irritar-se em certas horas, mas procurar reverter isso imediatamente; repudiar a inveja e a ingratidão são atitudes que tornam nossa vida melhor.

Pensar positivamente é uma questão de aprendizado, não acontece de forma repentina, mas vale a pena tentar! O indivíduo que consegue inserir em sua vida a prática cotidiana de atitudes positivas, não se torna apenas o melhor amigo, o melhor pai, o melhor chefe e a melhor companhia. Não faz apenas a felicidade dos outros, torna-se verdadeiramente feliz. Sua vida não se transforma num fardo a carregar, cada vez mais pesado, sempre acrescido das desgraças vividas. Ela se torna uma caminhada tranqüila, inesquecível, gratificante e feliz.

A maioria das pessoas procura a felicidade como um fim, não como um caminho. Talvez por isso ela se torne tão inacessível e tão rara..."

(A.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário