terça-feira, 10 de maio de 2011

Não há nenhum amor exceto o de Deus...





Talvez penses que diferentes tipos de amor são possíveis. Talvez penses que há um tipo de amor para isso, outro para aquilo, um modo de amar uma pessoa e ainda um outro modo de amar uma outra. O amor é um. O amor não tem partes separadas nem intensidades diferentes, nele não há tipos ou níveis, divergências ou distinções. Ele é como ele mesmo, inteiramente imutável. Nunca se altera com uma pessoa ou circunstância. Ele é o Coração de Deus e também o de Seu Filho.

O significado do amor é obscuro para aquele que pensa que o amor pode mudar. Ele não vê que um amor mutável tem que ser impossível. E assim, pensa que pode amar às vezes e às vezes odiar. Ele também pensa que o amor pode ser dado a um e negado a outros e ainda assim permanecer sendo o que é. Acreditar nessas coisas sobre o amor é não compreendê-lo. Se o amor pudesse fazer tais dintinções, teria que julgar entre o justo e o pecador e perceber o Filho de Deus em partes separadas.

O amor não pode julgar. Sendo um em si mesmo, ele olha para tudo como um só. o Seu significado está na unicidade. E tem que eludir a mente que o considera parcial ou em partes. Não há nenhum amor exceto o de Deus e todo o amor é Dele. Não há outro princípio que domine onde o amor não está. O amor é uma lei sem opostos. A sua integridade é o poder que mantém todas as coisas unas, o ele entre o Pai e o Filho que mantém a Ambos para sempre como o mesmo.

Nenhum curso cujo propósito seja o de te ensinar a lembrar-te do que realmente és, poderia falhar em enfatizar que nunca poderia haver nenhuma diferença entre o que realmente és e o que é o amor. O significado do amor é o teu próprio, e é compartilhado pelo próprio Deus. Pois o que tu és, é o que Ele é. Não há nenhum amor a não ser o de Deus e o que Ele é, é tudo o que há. Nenhum limite é imposto a Ele e, assim, tu também és ilimitado. Nenhuma lei que o mundo obedeça pode ajudar-te a apreender o o significado do amor. O que o mundo acredita foi feito para esconder o significado do amor e para mantê-lo no escuro e secreto.

Não há nenhum princípio que o mundo defenda que não viole a verdade do que é o amor e também do que tu és. Não busques achar o teu Ser dentro desse mundo. O Amor não pode ser achado na escuridão e na morte. No entanto, ele é perfeitamente aparente aos olhos que vêem e aos ouvidos que ouvem a Voz do amor. (...) Chama pelo teu Pai, certo de que a Sua Voz responderá. Ele próprio prometeu isso. E Ele próprio depositará uma centelha de verdade no interior da tua mente toda vez que desistires de uma crença falsa, de uma ilusão escura a respeito da tua própria realidade e do que o amor significa. Ele brilhará hoje através dos teus pensamentos vãos e ajudar-te-á a compreeender a verdade do amor. Com amorosa gentileza Ele habitará contigo à medida em que permitires que a Sua Voz ensine o significado do amor à tua mente limpa e aberta. E Ele abençoará a lição com o Seu Amor.

Autoria: Um Curso em Milagres

Nenhum comentário:

Postar um comentário