sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Caminho espiritual...




❝ ... Alguém que decide, um dia, abandonar a sua antiga vida para seguir o caminho espiritual deve saber que corre o risco de encontrar muita incompreensão da parte de quem o rodeia. Mas isso não deve fazê-lo desanimar! E, sobretudo, é preciso estar bem consciente de que é a ele, em primeiro lugar, que cabe mostrar-se sensato e conciliador. Que ele não comece, desculpando-se com a vida espiritual, a descurar as suas obrigações familiares, a distanciar-se dos outros, a repreendê-los pelo seu comportamento e a dar-lhes sermões. Se ele quer convencê-los da justeza e da sinceridade das suas aspirações, deve usar a sua inteligência e o seu coração para viver em harmonia com a sua família, os seus amigos, os seus vizinhos, os seus colegas de trabalho. Acima de tudo, que ele não se deixe cair no fanatismo e mantenha uma atitude de abertura e compreensão: será a melhor maneira de mostrar que seguiu uma orientação correta. Quando alguém se põe a proclamar a todo o instante que encontrou a verdade e a querer impô-la aos outros, isso prova, pelo contrário, que não a encontrou, e só se torna insuportável e ridículo. É pela doçura, pela gentileza, pela paciência, que devemos levar os seres que nos são próximos ao caminho da luz...❞

Autoria: Omraam Mikhaël Aïvanhov

Nenhum comentário:

Postar um comentário