sábado, 25 de maio de 2013

Quando me chamastes...



"... Porém, me chamastes, com uma voz tão forte que rompestes a minha surdez. Brilhastes, cintilastes e logo afugentastes a minha cegueira! Exalastes perfume: respirei-o suspirando por vós. Eu vos saboreei, e agora tenho fome e sede de vós. Vós me tocastes e ardi no desejo da vossa paz..."

Autoria: Santo Agostinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário