sábado, 19 de março de 2011

A cada um segundo suas obras...




“...NO COMEÇO ERA O VERBO...”

“A CADA UM SEGUNDO SUAS OBRAS”...


Filhos Amados,  as palavras das Sagradas Escrituras há muito já disseram isso: -Cada um de vocês é responsável pelo que é criado em suas realidades. Dito isso, torna-se imprescindível repetir mais uma vez que são vocês os únicos responsáveis por tudo que lhes acontece, apesar de muitos não terem consciência desse fato, que os torna Deuses Criadores de suas realidades.

Já lhes dissemos anteriormente: -“ Pensem naquilo que realmente querem e não no que NÃO QUEREM!”, ou então, “Equilibrem suas emoções, dominando seus pensamentos e então verão materializar-se aquilo que querem.” Lembram-se disso? Filhos, caso seja necessário, releiam as lições quantas vezes for preciso para introjetá-las em seus corações, assumindo-as como verdade na medida em que forem aceitas por vocês... Somente serão aceitas se fizerem eco em seus corações e então, para que sejam colocadas em prática em suas vidas, é necessário primeiro o estudo, a teoria.

Para isso elas são dadas a vocês na forma de mensagens. São lições que devem ser apreendidas e colocadas em prática no dia a dia. Pensem exatamente naquilo que querem receber do Universo, agradecendo todos os dias por tudo que já receberam de bênçãos em suas vidas. Seus corpos perfeitos, sua inteligência, saúde, seus lares, seu trabalho, seus amigos, afetos, sua cama, suas refeições, a natureza da Terra.

Há tanto que agradecer! Não façam mecanicamente, com palavras vazias. Sintam em seus corações. Intencionem o agradecimento por tudo que possuem fazendo a conexão maior com as Bênçãos do Universo. Lembrem-se que vocês são imãs que atrairão aquilo em que acreditam, portanto, dêem gratidão e terão muito mais a agradecer. Existem leis eternas e imutáveis e a Lei do Retorno é uma delas. Percebam que quando se planta uma semente de mamão não esperam em algum tempo fazer a colheita de feijões, não é mesmo? Quando jogam uma bola para o alto, ela invariavelmente cairá, pois a Lei da Gravidade faz com que sejam “puxados” para o solo da Terra.

Assim funcionam as Leis Eternas. Imutavelmente. Portanto, dêem aos seus destinos aquilo que querem realmente receber do Universo, tendo em seus corações a prática do bem e lembrando sempre que o livre arbítrio é soberano em qualquer situação e que por isso, jamais se interfere no livre arbítrio do outro. Comecem a plantar em suas vidas aquilo que querem realmente colher no Jardim do Universo, sem dúvida de que lhes será dado de volta exatamente à quilo que acreditam que receberão. Plantem então, a partir de agora em suas vidas a saúde perfeita, o amor tranqüilo, a abundância, a felicidade, a satisfação de que tudo de bom lhes acontece e assim, agradecendo tudo isso ao Universo, trarão esta realidade para suas vidas.

Se, ao contrário, ficarem se lamentando por aquilo de “mal” que julgam fazer parte de suas vidas, mais disso terão, pois assim o Universo lhes dará de volta aquilo em que acreditam. Não se lamentem! Vivam em alegria para recebe-la de volta em suas vidas. Não se esqueçam disso, pois é apenas de vocês a responsabilidade por tudo que lhes acontece em suas vidas, da maneira como julgarem melhor. Vigiem seus pensamentos e sentimentos e terão a realidade que esperam ter. Não se esqueçam que o livre arbítrio é soberano e que jamais poderemos interferir naquilo que vocês escolherem para suas vidas. Não pensem que são apenas palavras, pois,

”...No começo era o Verbo e tudo o mais foi criado a partir Dele”. 

Autoria: Dimitrius Andreikoff

Nenhum comentário:

Postar um comentário