terça-feira, 15 de março de 2011

As sete leis espirituais do sucesso...

 


O sucesso na vida poderia ser definido como a expansão contínua da felicidade e a realização progressiva de objetivos compensadores. Por outro lado, o sucesso, que inclui a criação de riquezas, só é considerado possível com a participação de outras pessoas. É preciso que se aborde espiritualmente o sucesso e a abundância, como o constante fluxo de todas as coisas boas na sua direção. Com o conhecimento e a prática da lei espiritual, colocamo-nos em harmonia com a natureza e criamos sem ansiedade, com alegria e amor.

São muitos os aspectos do sucesso; os bens materiais são apenas um de seus componentes. Além disso, o sucesso é a jornada não o destino. A abundância material, em todas as suas expressões, é uma das coisas que tornam a jornada mais prazerosa. Mas o sucesso inclui também saúde, energia, entusiasmo pela vida, relacionamentos compensadores, liberdade criativa, estabilidade física, emocional, bem-estar e paz de espírito.

Mesmo que tenhamos a experiência de tudo isso, permaneceremos insatisfeitos se não cultivar¬mos a divindade que está dentro de nós. Na realidade, somos uma divindade disfarçada, somos embriões de deuses e deusas que, contidos em nosso ser, buscam a plena materialização.

O verdadeiro sucesso é, por isso, a experiência do milagre. É a divindade se abrindo em nosso interior. É percebermos essa divindade em toda parte, em tudo o que experimentamos – no olhar de uma criança, na beleza de uma flor, no vôo de um pássaro. Quando passamos a experimentar a vida e como a expressão milagrosa da divindade - não de vez em quando, mas o tempo todo saberemos o que significa verdadeiramente o sucesso.

Antes de definir as sete leis espirituais, o Dr. Deepak Chopra 
esclarece o conceito de lei:

"Lei é o processo pelo qual o não-manifesto se torna manifesto. Toda a criação, tudo que existe no mundo físico, é resultado do não-manifesto se transformando em manifesto. Tudo o que contemplamos vem do desconhecido. O universo físico nada mais é que o Eu se desdobrando para experimentar-se como espírito, mente, matéria. As leis físicas do universo, na verdade, representam esse processo, essa consciência em movimento.

Quando compreendemos essas leis e as aplicamos em nossa vida, qualquer coisa que desejamos pode ser criada, porque essas mesmas leis que a natureza utiliza para criar uma floresta, uma galáxia, uma estrela, um corpo humano podem realizar nossos desejos mais profundos."

1. Lei da Potencialidade Pura: Entre em contato reservando um momento do dia para ficar em silêncio, para apenas SER. Fique sozinho em meditação silenciosa pelo menos duas vezes por dia, trinta minutos pela manhã e à noite.

Reserve um período do dia para comungar com a natureza e observar em silêncio a inteligência que há em todas as coisas vivas.

Pratique o não-julgamento. Comece o dia dizendo: "Hoje, não julgarei nada nem ninguém". E lembre-se disso durante todo o dia.

2. Lei da Doação: Dê um presente em todo lugar que for, a todos que encontrar; esse presente pode ser um cumprimento, uma flor, uma oração. Ofereça sempre algo ou alguma coisa às pessoas com que entrar em contato. Estará, assim, desencadeando o processo de circulação de energia, de alegria, de riquezas, de abundância, na sua vida e na vida de outras pessoas.

Agradeça as dádivas que a vida oferece. E esteja aberto para receber. Deseje em silêncio, felicidade e muita alegria toda vez que encontrar alguém.

3. Lei do Carma ou da Causa e Efeito: Observe as escolhas que vai fazer a todo momento. Toda vez que fizer uma escolha, pergunte: "Quais serão as conseqüências? Trará felicidade e satisfação a mim e aos outros?"

Peça orientação ao seu coração. Se sentir conforto interior, siga adiante com a escolha. Se sentir desconforto, observe. O coração é intuitivo, e conhece a resposta certa.

4. Lei do Mínimo Esforço: Pratique a aceitação, dizendo: "Hoje aceitarei pessoas, situações, circunstâncias, fatos, como eles se manifestarem". Não se volte contra o universo, lutando contra o momento presente.

Aceite as coisas como elas são, assuma a responsabilidade pela sua situação. Desista da necessidade de defender seus pontos de vista e de convencer ou persuadir os outros. Permaneça aberto a todos os pontos de vista.

5. Lei da Intenção e do Desejo: Faça uma lista de todos os seus desejos [ou anseios]. Olhe essa lista antes de entrar em silêncio e meditação. Olhe-a antes de adormecer. Olhe-a quando acordar.

Libere a lista de seus anseios no ventre da criação. Confie. Esteja consciente do momento presente.

6. Lei do Desapego: Comprometa-se, hoje, com o distanciamento, o desapego. Não force soluções de problemas.

Transforme as incertezas em um ingrediente essencial da própria experiência de vida através da sabedoria da incerteza, encontrará segurança.

Experimente a aventura da vida, com todo o mistério, diversão, magia.

7. Lei do Darma ou do Propósito de Vida: Você deve nutrir, com amor, a divindade que habita em você, no fundo de sua alma.

Preste atenção ao seu espírito [o ser interior], que anima seu corpo e sua mente.

Faça uma lista de seus talentos únicos. Depois, outra lista das coisas que adora fazer.

Diga então: "Quando eu expresso meus talentos, e os ponho a serviço da humanidade, perco a noção do tempo e crio abundância na minha vida e na vida de outras pessoas".

Pergunte diariamente a si mesmo: "Como posso servir? Como posso ajudar?"

Autoria: Deepak Chopra

Nenhum comentário:

Postar um comentário